Notícias

Home/Notícias

Catarata Congênita e o Teste do Olhinho

A catarata é a perda da transparência na lente que nós temos nos olhos, conhecida como Cristalino, que é responsável pelo foco e visualização das imagens recebidas na retina. Existem alguns tipos de catarata, mas hoje vamos falar sobre a congênita. Nesta variedade da doença, a criança já nasce com ela ou adquiri no primeiro ano de vida e é importante que seja operada numa fase mais tenra para que a visão possa ser desenvolvida. A primeira evidência é a leucocoria, onde a pupila fica branca.

foto cristalino

 

Em geral, há uma relação com infecções intra-uterinas, como rubéola e toxoplasmose materna durante a gravidez, de modo que o vírus circula pelo organismo do feto e causa a catarata. Por isso, é importante a realização do Teste do Olhinho, um exame que avalia a visão dos bebês nas primeiras horas pós-parto ou até um mês de vida. O exame é rápido, não dói e, além da catarata, previne outras doenças oculares, como glaucoma, retinoblastoma, infecções, traumas de parto e a cegueira.

Segundo a oftalmologista Luciane Novelle, se a criança tem os meios opacos, ela não desenvolve a visão e a operação para correção deve ser realizada com rapidez para que o quadro seja revertido. Assim, o Teste do Olhinho é de suma importância para um tratamento mais eficaz da catarata congênita e outras doenças.

teste-do-olhinho

Copyright 2014 | Instituto Ver e Viver - O Instituto Ver & Viver é uma associação sem fins lucrativos que tem como principal objetivo proporcionar às pessoas uma melhor qualidade de vida através da visão.

Instituto Ver e Viver

Instituto Ver e Viver